Mamãe de primeira viagem: é por isso que se tornar mãe pela primeira vez é tão intenso

mamae-de-primeira-viagem

Por mais incrível que seja, tornar-se Mamãe de primeira viagem tem seus desafios: você está passando por uma grande transição de vida dormindo pouco e sem o benefício da experiência.

Mas você se ajusta, sua confiança aumenta e os períodos de sono à noite se estendem – e você pode em breve sentir-se pronta para expandir sua família novamente.

Quando fizer isso, não se surpreenda se tudo parecer menos intenso. A ciência prova que tornar-se mãe pela primeira vez é geralmente mais intensa tanto física como emocionalmente do que a experiência com crianças posteriores.

Ser Mamãe de primeira viagem é tão difícil porque tudo é novidade. Não importa o quanto você se prepare, não há como você estar totalmente pronta para tudo o que vem com isso.

Mamãe de primeira viagem, seu corpo muda mais com a primeira gravidez

Tudo começa com a forma como a gravidez altera o seu corpo. Seus seios, que não se formam completamente até a gravidez, começarão a se desenvolver novamente em preparação para a amamentação.

Seus músculos se afrouxam – especialmente na região pélvica. Seu cérebro passa por mudanças duradouras. Os surtos de hormônios transformam seu corpo e sua mente.

E é isso que está acontecendo lá dentro. Por fora, você provavelmente vai ter crises de acne que você nunca teve antes, seus cabelos parecerão de comercial de shampoo e varizes aparecerão em suas pernas.

Para melhor ou pior, alguns desses efeitos colaterais da gravidez permanecem muito depois do nascimento do bebê – o que significa que você não estará lidando com nada de novo na próxima vez que estiver esperando.

Como seu corpo se adapta durante e após a gravidez:

  • Sua estrutura óssea pélvica se estica levemente e seus quadris ficam mais “cheios”
  • Seus seios podem mudar de forma quando seu bebê desmamar
  • Auréolas, lábios e pintas podem escurecer
  • O tônus ​​muscular da bexiga pode enfraquecer , causando problemas urinários de longa data
  • Você pode se tornar constipada
  • Você pode experimentar queda de cabelo
mamae-de-primeira-viagem

Ser Mamãe de primeira viagem também é emocionalmente intensa

Tornar-se mamãe de primeira viagem e pai pela primeira vez é a mudança definitiva da vida autocentrada para a vida altruísta. Você tem que aprender a ajustar completamente suas prioridades, horários e relacionamentos.

E você faz tudo isso enquanto está privado de sono, hormônios a mil e muitas vezes fisicamente desconfortável. Então seus bebês trazem seu próprio conjunto de mudanças e desafios inesperados, mas sua mentalidade já mudou para o “modo mãe”, então o ajuste não é tão chocante.

Você provavelmente também é mais consumido por pensamentos sobre gravidez e paternidade na primeira vez. Um estudo descobriu uma maior ligação emocional entre os futuros pais com seu primeiro feto, mas não há nada para se sentir culpado: o vínculo com outros filhos é surpreendente e especial de qualquer forma. Você provavelmente não ficará tão estressado.

Você é mais forte e mais sábio para tudo

Claro, ser mamãe outras vezes vem com seus próprios conjuntos de desafios. Você já tem mais alguns truques na manga. As mães de primeira viagem colocam muita pressão sobre elas mesmas.

Quando você tem o seu segundo ou terceiro filho, começa a ficar um pouco mais gentil consigo mesmo, porque você entende mais sobre do que se trata.

Mães de dois ou mais também têm o benefício da confiança – você não apenas sabe como trocar fraldas (no escuro, com uma mão!), mas também sabe que é bem-sucedida.

Embora sempre haja dúvidas, mães de mais de uma criança sabem que já descobriram isso antes, para que possam descobrir de novo. Ser Mamãe de primeira viagem ajuda a tirar a maioria das ilusões sobre a criação dos filhos, então não é uma surpresa quando você tem outros filhos.

Mães pela segunda vez sabem sobre o desconforto físico que faz parte das primeiras semanas após o parto. Elas sabem o nível de privação de sono que devem esperar. Eles sabem como seu humor pode mudar descontroladamente nos primeiros dias.

mamae-de-primeira-viagem

Embora esse conhecimento não torna essas coisas um problema na segunda vez, isso tira um pouco da surpresa e pode ajudá-los a se sentirem mais preparados.

Você não tem idéia do que está fazendo

Você pode nunca ser um “especialista”, mas com a experiência você constrói confiança com um arsenal de truques, além de estar melhor com o fato de que ninguém realmente sabe tudo.

Muitas mães sentem que não sabem mais quem são

É comum sentir raiva, depressão, confusão … e tantas outras emoções. Faz parte do seu processo. Todo bebê é uma transição, mas acredito que se tornar mãe pela primeira vez é monumental. Depois disso, é como dizem, “uma vez mãe sempre uma mãe”.

Você tem certeza de que tudo vai durar por toda a eternidade.

Você não sabe como imaginar “mais tarde” com essa criança. Quando o bebê amamenta 47 vezes à noite, você pensa: “É isso. Esta é a minha vida agora. ” Você vive com medo de coisas como“ muletas de dormir ”imaginando-as quando elas estão 12 esparramadas em cima de você a cada hora de dormir. Quando você acorda em uma poça de seu próprio leite, você fica tipo, essa é a estrada que escolhi. Eu cheguei. Agora eu vou ser Soaked-Milk-Girl.

Você não tem o know-how para filtrar conselheiros

Eles estão lojas, estão em supermercados e estão em sua família. Você costumava pensar que havia limites sociais em torno do que está “bem” para as pessoas dizerem a você. Muitas mães ouvem constantemente que seus bebês choram porque está com fome. Mesmo você já sabendo que acabou de dar o mamá para seu filho, mas mesmo assim se sente e dúvida.

Muitas mamães de outras viagens contam que com um segundo, terceiro e quarto bebê, as pessoas não presumiam (com tanta frequência) que precisavam de sua “perícia”. Elas também tinha a confiança interior para filtrar as coisas boas e afastar o resto.

Tudo é um apocalipse com o primeiro filho

Seu primeiro resfriado. Primeira infecção no ouvido. Primeira vez chorando desesperadamente. Pode muito bem ser o Armagedom, e ninguém pode convencê-la do contrário.

Com o tempo você percebe que toda criança passa por fases e não é porque você falhou, é porque elas são crianças. A primeira vez você leva tudo (especialmente a si mesmo) muito a sério ;))

Lembre-se de que você está fazendo um ótimo trabalho. Ser mãe traz o melhor e o pior em você. Saiba que você é normal e tente aprender com tudo isso. E mais do que isso, aproveite a maternidade:  você é uma mãe muito melhor do que provavelmente pensa!

(119 Posts)

Inessa Sato Mamãe do Vini, Consultora do Sono materno-infantil ✨ajudando famílias a dormir melhor 📩inessa@caiunosono.com.br

One thought on “Mamãe de primeira viagem: é por isso que se tornar mãe pela primeira vez é tão intenso

  1. Pingback: Mamãe de primeira viagem: é por isso que se tornar mãe pela primeira vez é tão intenso – Negócios

Deixe uma resposta