9 dicas sobre como ser uma mãe mais paciente

Como ser uma mãe mais paciente? | por Caiu no sono

Como ser uma mãe mais paciente? Depois que temos alguns atritos com nossos filhos, nos pegamos pensando nisso. Quem nunca?A maternidade é muito gratificante, mas também pode ser uma tarefa geradora de muito estresse.

Uma mãe geralmente precisa pensar na saúde dos filhos, nas notas na escola, no trabalho, em cuidar da casa e ainda se preocupar em cuidar de si mesma. Com tantas responsabilidades para uma pessoa só, não é surpresa que muitas mães percam a paciência ao longo do tempo e se tornem cada vez mais estressadas.

No entanto, a paciência é um atributo essencial para a maternidade. Lidar com o crescimento de uma criança exige muito cuidado e atenção, e perder a calma ou a razão nunca ajudam a resolver os problemas.

A partir disso, vamos explicar como ser uma mãe mais paciente em 9 passos que podem funcionar para qualquer situação!

Como ser uma mãe mais paciente:

1. Durma o suficiente

Não é estranho que uma pessoa fique mais irritada quando está com privação de sono. Nossa atenção, paciência e abertura com os outros ficam menores quando não temos o descanso necessário.

Sempre que sentir que está perdendo a paciência, pergunte-se quando foi a última vez que você realmente conseguiu descansar e procure priorizar seu sono. Se você não dormir bem, mesmo com a intenção de fazer mais coisas durante o dia, tudo o que você faz acaba prejudicado pela falta de sono.

2. Escolha a risada

Quando seus filhos fazem algo que te irrita, como uma asneira qualquer, faça uma pausa antes de fazer qualquer coisa. A ideia é não deixar que a raiva tome conta de você e das suas decisões, o que não significa que você vai relevar ações erradas das crianças.

Se seu filho fizer alguma besteira, já está feita, e gritar com ele não vai desfazer. Tente ver o lado cômico da situação, ache graça e aproveite para se divertir com isso. Em seguida, você pode assumir novamente a postura de mãe e repreender, mas deixando a raiva de lado.

3. Cuidado com o que fala

como ser uma mãe mais paciente

Muitas pessoas pensam que colocar a raiva para fora em forma de palavras faz o estresse passar. É verdade que precisamos tirar o estresse de dentro de nós, mas gritar com seu filho ou dizer “palavras feias” não vai ensiná-los a não fazer aquilo que é errado, só vai ajudá-lo a aprender um novo vocabulário.

Nesses momentos, temos que dar o exemplo. Como ser uma mãe mais paciente? Respire fundo e apenas depois de ficar um pouco mais calma comece a ensinar uma lição para a criança.

4. Tente pensar como eles pensam

Ao invés de sempre pensar o quão ruim é o comportamento das crianças, comece a se perguntar o porquê das ações deles. O segredo de como ser uma mãe mais paciente envolve se colocar no lugar dos seus filhos.

Tentar entender a personalidade das crianças e olhar o mundo pelos olhos deles pode te fazer uma mãe mais calma. As ações de seus filhos refletem como eles veem o mundo e se enxergam na sociedade. Achar que eles devem sempre agir só como você pensa é tirar a individualidade deles.

A partir do momento que você entender que seus filhos expressam quem são a partir de suas ações, você vai entendê-los melhor e saber as formas para conversar de maneira que eles realmente te escutem.

5. Tenha uma rotina em casa

Ter uma rotina dentro de casa pode te ajudar a controlar melhor o que acontece. Se seu bebê aprender desde o começo a hora certa para comer, ver televisão, brincar e fazer suas tarefas de casa, o costume vai te ajudar a controlar o que pode dar errado.

É verdade que nem sempre podemos seguir a rotina à risca, mas apenas possuir uma já faz suas chances de ser uma mãe estressada diminuírem.

6. Jogue no mesmo time

Evite pensar que você e seu filho estão em times diferentes e têm interesses diferentes. Com certeza vocês não irão concordar em tudo, mas ao invés de sempre pensar “ou eu ou ele” você pode passar a procurar soluções que agradem os dois.

Achar um meio termo é uma habilidade de negociação que as mães pacientes precisam ter. Não é possível agradar todo mundo, mas jogar no mesmo time ajuda a diminuir as tensões e o estresse em casa.

7. Seja paciente com você mesma

É extremamente difícil educar uma criança, ainda mais com todas as responsabilidades que uma mãe tem. Como ser uma mãe mais paciente?Não é difícil que as mulheres sintam raiva de si mesmas, se culpem por tudo o que dá errado e achem que não fazem nada correto.

No entanto, essa atitude só contribui para sua raiva e seu estresse, algo que às vezes é descontado na própria criança.

Comece a reconhecer que você não é perfeita, você ainda está aprendendo e tem muito caminho pela frente ainda! Passe a ter compaixão consigo mesma e lembrar que você também merece sua paciência.

Se você quer ser uma referência para seus filhos, comece a ensiná-los a compaixão consigo mesma e o auto perdão. Essas são grandes lições que as crianças precisam aprender.

8. Mãe não é igual a amiga

Apenas porque você é mãe não quer dizer que você precise sempre agir como a amiga do seu filho. Lembre-se se estabelecer limites claros e se preocupar em educar, não somente agradar.

Além disso, não fique triste caso note que, com o passar do tempo, alguns assuntos seu filho vai preferir tratar com os amigos e não com você. Esse é um passo normal do desenvolvimento infantil, a criança passa a ter relações com outras pessoas fora da família. Você, como mãe, vai continuar disponível para o que ele precisar.

9. Ninguém faz nada sozinha

Estresse excessivo pode ser simplesmente consequência de querer “abraçar o mundo com as pernas”. Caso venha a se sentir constantemente irritada, peça ajuda!

Fale com suas amigas, sua família, seu parceiro (a). Seja para pedir conselhos ou apenas para conseguir um momento de descanso, não esqueça de contar com as pessoas à sua volta para aquilo que precisar.

Admitir que precisa de ajuda é um sinal de força e não de fraqueza, lembre-se disso.

(117 Posts)

Inessa Sato Mamãe do Vini, Consultora do Sono materno-infantil ✨ajudando famílias a dormir melhor 📩inessa@caiunosono.com.br

Deixe uma resposta